No fim, a gente aprende que tudo pode ser vivido só uma vez. Uma coisa ruim me faz te abraçar forte. Aí eu entendo quando as pessoas dizem que amando a gente abraça o mundo, porque, pelo menos aqui e agora, meu mundo inteiro é você. Meus pés são a parte de mim que mais tenho vergonha e foi justamente por ali que você começou a fazer amor comigo. Como se iniciar pelo meu pior fosse um jeito de dizer que me aceitava, que me queria de qualquer jeito, azar se desde guria sempre fui a última a ser escolhida, do amor a times de vôlei. Você disse que eu tinha uns pés lindos, mas lindo mesmo fica você quando mente pra mim. É cedo pra dizer, ou tarde demais pra fugir.
Gabito Nunes. 
Sinto saudades de amigos que nunca mais vi, de pessoas com quem não mais falei ou cruzei. Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei! De quem disse que viria e nem apareceu, de quem apareceu correndo, sem me conhecer direito, de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer. Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito. Sinto saudades de coisas que nem sei se existiram.
Martha Medeiros. 
Não morro de amores por pessoas sem mistério, quando se é muito transparente, muito risonho e educado é raro ser levado a sério. Prefiro os mais silenciosos, os que abrem a boca de menos, os mais serenos e mais perigosos. Aqueles que ninguém define e que sempre analisam os fatos por um novo enfoque. Prefiro os que têm estoque aos que deixam tudo à mostra na vitrine.
Martha Medeiros.  
Aos 14, eu conheci a garota mais linda da minha cidade. Aos 15, nós tivemos uma briga terrível e não nos falamos por 1 ano. Aos 16, reencontrei ela em um supermercado, 5 minutos de conversa e eu me vi apaixonado. Aos 17, eu comecei a namorar com a garota mais bonita da cidade. Aos 22, eu fiquei noivo da mulher mais linda do país. Aos 25, eu estava casado com a mulher mais linda do mundo. Aos 27, eu tive um filho com a mulher mais madura que já conheci. Aos 29, eu tive uma filha, a filha mais linda da cidade. Aos 40, eu fiz 15 anos de casado com a mulher mais interessante do universo. Aos 50, eu percebi que nunca tinha tido olhos para outra, nesse mesmo ano, eu percebi que eu era um homem realizado. Aos 60, eu vi a mulher mais linda do mundo continuar sendo a mulher mais interessante do universo. Aos 76, eu senti falta dessa mulher, a mulher mais incrível do mundo, agora só existia em fotografias. Aos 78, eu senti que não tinha mais vida sem ela; nesse mesmo ano, eu me entreguei para viver a eternidade ao lado dela, seja lá onde fosse.
Autor Desconhecido.  
Você cresce, e para de ser superficial, não deixa mais que aparências te leve por impulsão e status te transforme ou te faça melhor. Você aprende os valores importantes nas pessoas, como maturidade compreensão e companheirismo. Dá valor a pequenos gestos, você se torna melhor e atrai pessoas melhores. As vezes se decepciona com o mundo, por ele ainda ser podre. Mas é feliz por ser uma pessoa diferente.
Deprimentes. 
Amanhã com certeza será um novo dia para todos nós. Talvez não consiga perceber que mesmo depois de chorar por uma noite inteira, sua vida vai continuar. Talvez não perceba que chorar por uma noite inteira não te matou afogado. Você vai superar, acredite. O dia acaba para que todos possam recomeçar do zero todos os dias e terem a oportunidade de escolherem seus caminhos mais uma vez. Sei como é soluçar de tanto chorar. Também sei a sensação que é passar horas vomitando por ter enchido a cara para esquecer das dores de cotovelo. Mas quer saber? Passa. Nenhuma decepção te mata, vai por mim. Não pensa que tudo acabou agora, a melhor parte ainda está por vir. Hoje é só mais um dia ruim, mas você terá muitos dias para poder fazer diferente.
Animicida.  
Acho que em alguns dias a gente acorda meio louca. Não tem outra explicação. Dá uma saudade de coisas que já passaram, de coisas que nem vivemos direito, do que nem sabemos ao certo. E uma vontade de trocar de nome, de corpo, de cabelo, de profissão, de país, de vida.
Clarissa Corrêa.
ser orgulhosa é tipo engolir uma faca sorrindo.
sorrisol